Artigos

Dólar americano: como comprar dólar e o que é necessário para adquiri-lo

O dólar americano é a moeda oficial dos Estados Unidos e é amplamente reconhecido em todo o mundo. Como uma das principais moedas de reserva global, o dólar americano desempenha um papel crucial nos mercados internacionais, com influência nas taxas de câmbio e nas transações comerciais. Sua estabilidade o torna uma escolha para investidores e viajantes.
Dólar americano em cima de uma mesa

O dólar americano é uma das moedas mais influentes e amplamente reconhecidas em todo o mundo. Seja para planejar uma viagem internacional ou investir em ativos estrangeiros, entender como adquirir dólares e o que é preciso para essa aquisição é essencial.

Neste artigo vamos entender de forma simples e direta os passos necessários para comprar dólar americano, as taxas de câmbio, as diferenças entre o dólar de turismo e o dólar comercial, como investir nessa moeda e a relevância da bolsa de valores americana.

Este artigo vai te dar todos os aspectos fundamentais relacionados ao dólar americano, tornando mais acessível o processo de compra e investimento para qualquer pessoa interessada.

Como comprar dólar americano

A moeda pode ser comprada de três formas diferentes: dinheiro em espécie, cartões de crédito ou débito (pré-pagos) ou de forma online.

Apesar de a compra do dinheiro em espécie ser a opção mais conhecida, ela não é a mais prática e muito menos a mais segura – já que é necessário ir a uma casa de câmbio ou banco, provavelmente enfrentar filas e, ainda, terá de carregar a moeda estrangeira fisicamente, correndo risco de ser assaltado ou até perder o dinheiro.

Em relação aos cartões – tanto de crédito ou débito pré-pago – seriam boas opções para comprar dólar se não fossem as altas taxas cobradas. A praticidade é maior e o risco de carregar o dinheiro é excluído, porém, as taxas cobradas são quase 6x maiores do que em uma compra online.

Com isso, chegamos à terceira e última opção para comprar dólar: comprar online. Ao contrário da moeda em espécie, se você comprar dólar americano dessa forma, você vai evitar toda a necessidade de ir a uma casa de câmbio. E, além disso, você irá pagar apenas 1,10% de IOF – enquanto nos cartões de débito o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) é de 6,38%.

Taxas de câmbio

Em todas as opções existem taxas a serem cobradas, mas algumas são mais altas que outras – como é o caso dos cartões, tanto de crédito quanto os de débito pré-pago.

Taxa de Câmbio

Podemos ver que a opção mais cara para comprar dólar seriam através dos cartões e, até o momento, a moeda em espécie fica lado a lado com a compra de dólar online. Mas essa conta ainda não incluiu as taxas de spread e a diferença de câmbio comercial e de turismo.

O spread é uma taxa que vai ser cobrada por todas as corretoras para comprar dólar, essa taxa pode variar de acordo com cada corretora – utilizamos 2% como uma média do mercado. Casas de câmbio não cobram spread, visto que o dólar utilizado na conta é o dólar turismo – enquanto nas corretoras você vai comprar dólar a preço comercial.

Quando colocamos todos os dados na conta, vemos que a forma mais barata de comprar dólar é de forma online através de corretoras – além de também ser a forma mais prática e mais segura.

comparativo taxas

Diferenças entre dólar turismo e dólar comercial

Na hora de comprar dólar você provavelmente vai se deparar com uma diferença entre o valor da moeda em casas de câmbio e o valor da moeda em corretoras para compras online.

Isso acontece porque casas de câmbio e cartões de crédito ou débito pré-pagos utilizam a cotação do dólar turismo enquanto corretoras online utilizam a cotação comercial – a mesma divulgada em jornais ou no próprio Google.

A cotação do dólar turismo é utilizada em casas de câmbio e é mais cara pelos custos administrativos, importação da moeda física e por conta do próprio lucro da casa de câmbio.

A cotação do dólar comercial é utilizada mundialmente em grandes transações financeiras como: importações e exportações, transações do governo e por grandes empresas.

Vale pontuar que pessoas físicas não são autorizadas pelo Banco Central a comprar dólar na cotação comercial – mas se comprar dólar através de corretoras online conseguem ter acesso à cotação comercial e pagar mais barato.

Como investir em dólar americano

Por mais que a compra da moeda seja a forma mais comum, ela não é a forma mais eficiente de investir em dólar. Quando você apenas compra a moeda e deixa ela parada você está apenas convertendo parte do seu patrimônio, mas ainda é um dinheiro que vai perder valor para a inflação.

poder de compra dólar

Ao longo dos últimos 40 anos, quem apenas comprou dólar, mas não investiu, viu a moeda derreter cerca de 67% por conta da inflação – U$100 em 1982 se tornaram U$33 em 2022.

A forma mais eficiente é realmente colocar esse dinheiro para trabalhar e não apenas comprar dólar para deixar guardado.

Vantagens de investir em dólar americano

Entre as vantagens de investir em dólar, a principal é que você está tirando seu dinheiro do Brasil e colocando em um país extremamente mais forte economicamente – você elimina uma parte do risco Brasil do seu patrimônio. Quando você investe em dólar você não está apenas diversificando seu patrimônio entre países, mas também está eliminando diversos riscos – sejam eles inflacionários, econômicos e até mesmo políticos.

Bolsa de valores americana

A forma mais eficiente de investir em dólar americano é através da bolsa de valores americana. Investindo na bolsa americana você consegue se tornar sócio – mesmo que minoritário – de empresas como Apple, Microsoft, Google, Starbucks, e milhares de outras gigantes. A bolsa de valores americana possui quase 6.000 empresas listadas e você consegue investir nessas empresas independente da sua capacidade financeira – você consegue investir a partir de U$1,00.

A grande vantagem de investir na bolsa americana é justamente colocar o dinheiro para trabalhar por você. Se olharmos para o S&P500 – principal índice que mede a valorização da bolsa americana – vemos que nos últimos 40 anos a rentabilidade total foi de mais de 3200%.

retorno bolsa americana desde 1982

Dentro da bolsa americana você consegue investir em empresas de diversos setores (bancos, energia, tecnologia, saúde, etc.), pode investir em reits – empresas focadas no investimento em imóveis – e também em ETF’s – pacote com várias ações diferentes.

Essas empresas podem inclusive pagar dividendos, que seria uma parte do lucro delas caindo na sua conta. Você poderá utilizar esses dividendos para investir mais nessas empresas ou até mesmo usar como complemento para sua renda pessoal.

Ou seja, quando você investe em empresas americanas você realmente está colocando seu dinheiro para trabalhar e se tornando literalmente um sócio da empresa – participando dos lucros e projetos.

Perguntas frequentes sobre dólar americano

Qual a melhor forma de comprar dólar?

A melhor forma de comprar dólar é de forma online através de corretoras. Essa opção se destaca em todos os quesitos, possui menores custos, câmbio comercial, mais segurança e mais praticidade.
Até mesmo se você for comprar dólar para viajar, hoje já existem corretoras como Avenue e Wise que disponibilizam um cartão para compras no exterior – cartão diferente dos oferecidos por bancos ou pré-pagos.

Quantos dólares posso comprar por CPF?

Não há limite para comprar dólar em nenhuma das modalidades, você pode comprar quantos dólares quiser. A única observação é que para embarcar e desembarcar em aeroportos brasileiros o limite é de U$10.000 – mas isso vale apenas para dinheiro vivo.

Qual a forma mais barata de comprar dólar?

Visto que a modalidade mais barata para comprar dólar é através de corretoras online, a corretora mais barata para realizar a transação é o Banco Inter.

Na imagem já deixamos estipulados os spreads mínimos e máximos que as corretoras podem cobrar – isso irá depender da quantia depositada e do prazo escolhido para a transação. Se você solicitar o dólar no mesmo dia, o spread provavelmente será mais alto.comparativo spread

Sumário

Invista no exterior de forma profissional!

Aprenda como investir na maior bolsa de valores do mundo.

Leo Fittipaldi
Leo Fittipaldi
Fundador da Dolarame e analista de investimentos certificado (CNPI 3214). Já foi analista de risco na maior Asset do Brasil, atuando em fundos de investimentos com alguns bilhões de reais sob gestão. Atualmente é um dos maiores especialistas em investimentos internacionais do país.

Separamos mais esses artigos para você:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
Abrir o bate-papo
Posso te ajudar?
Olá, posso te ajudar?