Artigos

Sobreposição de ETFs: o que é e como evitar

A sobreposição de ETFs é a situação em que um investidor detém múltiplos ETFs que compartilham exposições semelhantes a ativos subjacentes, resultando em uma duplicação indesejada de investimentos. Isso pode levar a problemas de diversificação, custos adicionais e complexidade na gestão da carteira. É crucial detectar e mitigar a sobreposição para otimizar sua estratégia de investimento.
Pessoa explicando o que é sobreposição de etfs

Quando se trata de investir, os ETFs (Exchange-Traded Funds) são uma escolha popular entre muitos investidores. Eles oferecem diversificação, liquidez e acessibilidade. No entanto, para garantir que sua carteira de investimentos esteja bem equilibrada e otimizada, é fundamental entender o conceito de “sobreposição de ETFs”.

Este fenômeno pode afetar a eficácia de seus investimentos e, se não for gerenciado adequadamente, pode levar a resultados financeiros indesejados. Neste artigo, vamos entender o que é a sobreposição de ETFs, como você pode identificá-la e, o mais importante, como evitá-la, garantindo que seus investimentos estejam alinhados com seus objetivos financeiros.

O que é sobreposição de ETFs

A sobreposição de ETFs é um fenômeno que ocorre quando os investidores detêm múltiplos ETFs que têm exposições semelhantes a ativos subjacentes. Em outras palavras, isso significa que dois ou mais ETFs em uma carteira de investimentos estão investindo em ativos que são quase idênticos ou altamente correlacionados.

A sobreposição pode ser visualizada como uma duplicação de exposições em sua carteira, e isso pode ter implicações importantes para seus investimentos.

Diagrama de Venn

Uma maneira eficaz de entender a sobreposição de ETFs é visualizá-la por meio de um diagrama de Venn. Nesse tipo de diagrama, você pode representar as participações de diferentes ETFs em conjuntos separados. A sobreposição ocorre na área onde esses conjuntos se sobrepõem. Quanto maior a sobreposição, mais ativos em comum existem entre os ETFs e, portanto, maior a duplicação de exposições em sua carteira de investimentos.

diagrama de Venn

Este gráfico de Venn é uma representação visual útil para ajudar os investidores a identificar a extensão da sobreposição entre seus ETFs e tomar medidas para evitá-la ou gerenciá-la de forma eficaz.

Como detectar a sobreposição de ETFs?

A detecção da sobreposição de ETFs é um passo fundamental para garantir que sua carteira de investimentos esteja equilibrada e otimizada. Felizmente, existem métodos simples para identificar se você está enfrentando esse problema:

  • Analise as holdings: Comece verificando as participações individuais de cada ETF em sua carteira. Muitos ETFs disponibilizam informações detalhadas sobre suas participações em seus sites ou documentos. Compare as ações, títulos ou outros ativos detidos por cada ETF e procure por semelhanças substanciais. Se você encontrar muitos ativos em comum, há uma alta probabilidade de sobreposição.
  • Compare os índices de referência: Uma maneira eficaz de identificar a sobreposição é examinar os índices de referência que cada ETF está tentando rastrear. Se os índices forem muito semelhantes ou possuírem grande sobreposição em termos de ativos incluídos, isso pode indicar um potencial problema de duplicação de exposições.
  • Considere setores e regiões: Além de verificar ativos individuais, leve em consideração os setores e regiões geográficas em que seus ETFs investem. Se eles estiverem focados nas mesmas áreas ou setores, pode haver uma sobreposição significativa.

Identificar a sobreposição de ETFs é crucial porque, quanto maior a duplicação de exposições, maior o risco de sua carteira ficar desequilibrada. Se, por exemplo, você detém vários ETFs que estão investindo nas mesmas ações de tecnologia, uma queda nesse setor específico pode impactar negativamente toda a sua carteira.

Exemplos práticos de sobreposição de ETFs

A identificação da sobreposição de ETFs é crucial para manter uma carteira de investimentos equilibrada. Vamos ver alguns exemplos reais de ETFs com alta, média e baixa sobreposição, usando ferramentas como o site Fund Overlap para ilustrar nossos pontos.

1. Alta sobreposição

Exemplo: Vamos comparar o ETF S&P 500 da Vanguard (VOO) com o ETF iShares Core S&P 500 (IVV).

Sobreposição: Alta (99%)

Explicação: Ambos os ETFs seguem exatamente o mesmo índice (S&P500), o que resulta em uma sobreposição quase total. A diferença reside nas gestoras – VOO é administrado pela Vanguard e IVV pela BlackRock.

Comparação entre COO e IVV

2. Média sobreposição

Exemplo: Comparamos o ETF Vanguard Total Stock Market (VTI), que representa o mercado de ações dos EUA, com o ETF Vanguard Total World Stock (VT), que oferece exposição global.

Sobreposição: Média (60%)

Explicação: Enquanto ambos os ETFs têm exposição global, o VTI é focado principalmente nos EUA, enquanto o VT possui participações mais diversificadas em mercados internacionais, resultando em uma sobreposição média.

Comparação entre VTI e VT

3. Baixíssima sobreposição

Exemplo: Comparemos o ETF Invesco QQQ Trust (QQQ), que rastreia o índice Nasdaq-100, com o ETF Vanguard Real Estate ETF (VNQ), que se concentra em investimentos imobiliários.

Sobreposição: Baixa (quase inexistente, tendo apenas 1 empresa em comum)

Explicação: o QQQ se concentra em empresas de tecnologia, enquanto o VNQ investe em imóveis. Como os setores são distintos, a sobreposição entre eles é quase inexistente.

Comparação entre QQQ e VNQ

Assista o meu vídeo onde faço a comparação entre os ETFs VOO e QQQ e explico em detalhes sobre a questão de sobreposição entre esses dois ETFs.

Portanto, fique atento às participações, aos índices de referência e às áreas de enfoque de seus ETFs para avaliar adequadamente a presença de sobreposição.

Como se livrar dessa situação?

Uma vez que você tenha identificado a sobreposição de ETFs em sua carteira, é importante tomar medidas para corrigir essa situação e manter uma carteira de investimentos bem diversificada. Aqui estão algumas estratégias que você pode adotar:

  1. Rebalancear sua carteira: A maneira mais direta de lidar com a sobreposição de ETFs é vender parte dos ETFs que estão causando a duplicação de exposições e reinvestir o capital em outros ativos ou ETFs que ofereçam diversificação adicional. Isso ajudará a equilibrar sua carteira e reduzir a sobreposição.
  1. Escolha ETFs complementares: Ao montar uma carteira, selecione ETFs que abranjam diferentes setores, regiões geográficas ou classes de ativos. Ao fazer isso, você pode minimizar a probabilidade de sobreposição. Por exemplo, se você já possui um ETF que rastreia o S&P 500, considere adicionar um ETF que represente títulos de renda fixa ou um ETF de ações de mercados internacionais.
  1. Diversifique de forma inteligente: Além de escolher ETFs complementares, é importante diversificar de forma inteligente. Isso significa que você deve distribuir seus investimentos em vários ativos para reduzir o risco. Considere a inclusão de ativos que não estão correlacionados com os ativos subjacentes de seus ETFs existentes.
  1. Consulte um profissional: Se você se sentir inseguro sobre como lidar com a sobreposição em sua carteira ou quiser uma orientação mais personalizada, é aconselhável falar com um profissional de investimentos. Ele pode te ajudar a criar uma estratégia de investimento adequada às suas metas e ao seu apetite ao risco.

Lidar com a sobreposição de ETFs é essencial para garantir que seus investimentos estejam bem equilibrados e alinhados com seus objetivos financeiros. Evitar a sobreposição ajuda a otimizar sua carteira e reduzir o risco de impactos negativos quando um determinado ativo ou setor enfrenta volatilidade.

Sumário

Invista no exterior de forma profissional!

Aprenda como investir na maior bolsa de valores do mundo.

Leo Fittipaldi
Leo Fittipaldi
Fundador da Dolarame e analista de investimentos certificado (CNPI 3214). Já foi analista de risco na maior Asset do Brasil, atuando em fundos de investimentos com alguns bilhões de reais sob gestão. Atualmente é um dos maiores especialistas em investimentos internacionais do país.

Separamos mais esses artigos para você:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima

O Dólar Pro está de VAGAS ABERTAS!

Se você quer de uma vez por todas aprender a analisar qualquer empresa na bolsa americana, encontrar as melhores oportunidades e ganhar cada vez mais dinheiro em dólar, essa é a oportunidade que você estava esperando.
Aprenda no Dólar Pro a fazer valuation e calcular o valor justo dos ativos, como fazem os maiores investidores da história.
R$ 1100,00 DE DESCONTO POR TEMPO LIMITADO
Dias
Horas
Minutos
Segundos
Abrir o bate-papo
1
Posso te ajudar?
Olá, posso te ajudar?